Seguidores

domingo, 11 de maio de 2014

Nos perdoem a nossa ausência...


Somos tripulantes.
Nossa profissão é linda. Tem mistério, charme, crendices.
Mas é o nosso trabalho.
Trabalhamos muito. Muitas horas. Desde o início, quando optamos ser tripulantes, iniciamos em uma jornada de muito estudo e dedicação. Existem diferentes cobranças entre tripulante técnicos (pilotos) e tripulantes comerciais (comissários de voo). Cada um demanda uma exigência. Mas somos cobrados em tempo integral sobre esta carreira que assumimos.



Ser tripulante exige mais de nós do que nós poderíamos imaginar.
A parte técnica: os estudos, provas, etapas, credenciamentos, habilitações... são pesadas. Mas não imaginávamos, lá no começo de nossa carreira o quanto esta decisão pesaria em nossas vidas.
Pelo princípio: amamos o que fazemos. Impossível não amar. Quem não ama, não está aqui, não pode voar. Só é capaz de abraçar esta profissão quem, por paixão, vício ou insanidade, abre mão de um pouco de si, para desbravar os céus deste mundo afora.

É preciso muito amor para descobrir, com o passar do tempo, que você deixa sua vida um pouco para trás, em prol de levar outras vidas para frente.
Vivemos o deslocamento dos outros, seus sonhos, trabalho ou viagens, enquanto, os nossos próprios, normalmente, estão em um ponto único, saudosos e com cotidiano regular: nosso lar.

Vivemos, com o passar dos anos, muitas emoções que uma profissão regular não poderia oferecer. Conhecemos o mundo, temperaturas, lugares, comidas, pessoas sensacionais. Definitivamente, o maior encanto desta profissão é conhecer pessoas, fazer novos amigos, descobrir outras histórias.
Vivemos a cada voo, um círculo de amizade diferente... Alguns se tornam vínculo para uma vida inteira. Outros, apenas aquela jornada mais feliz. Mas, cada um, com sua devida importância... A qual valorizamos.

Porém, como já dito em outro parágrafo, o maior pesar desta profissão é não poder participar do que de nós é mais importante: nossa família/amigos.
Perdemos, inúmeras vezes, momentos de suma importância, por precisarmos trabalhar.
Isso não é uma queixa. É uma constatação.
Pode ser que, nossa presença até exista, mas o cansaço do nosso trabalho (a pressurização, jet leg, noites não dormidas, alimentação inadequada) afetem nossos compromissos 'terrenos'. E algumas pessoas podem confundir com desinteresse.

Sofremos, além de todas as consequências por sermos tripulantes, alguns pre conceitos, de uma profissão com um pseudo glamour.

Profissão que já exige nossa ausência em nossos lares, e que acaba, por algumas vezes, nos afastando de amigos e pessoas queridas que se cansam de nossa ausência.

Entendemos que repetidas vezes faltamos a encontros, onde somos convidados com muito carinho, porém, outras tantas vezes, nossa falta em tal compromisso é devido ao trabalho, ou ao cansaço que ele gera.

Entre tantas outras habilidades que desenvolvemos, aprendemos a amar à distancia. E a julgar menos as dificuldades que a vida propõe.
E, em nosso intimo, não desistimos de amigos que pouco vemos...

Nós sentimos falta de tantos, tantas pessoas importantes que não podemos estar perto. E sofremos pela distância que nosso compromisso profissional exige.

E então, aprendemos a ficar sozinhos. E para isso, temos que cuidar de nossa saúde (mental e física), do coração e do espírito.

Então, ao final de nossa jornada, quando chegamos ao destino, aprendemos a acrescentar uma importante frase em nossas orações:

"Pelo seu amor Pai, permita que não desistam de minha amizade. E me perdoem por minha ausência.
Amém."

Mariani Lazari

quinta-feira, 27 de março de 2014

Ventinho de través...

Impressionante estas imagens captadas no Aeroporto de Birmingham, na Inglaterra, onde as condições do clima com ventos muito fortes dificultam a vida dos pilotos de avião, fazendo com que seja necessário desafiar as leis da física para conseguir pousar com segurança. Para estes pilotos GRAVIDADE é uma palavra que não vem no dicionário!

sexta-feira, 26 de julho de 2013

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Clássicos do AR e da TERRA

Recebo, com muita satisfação, exemplar do livro "Clássicos do AR e da TERRA", de meu amigo Joaquim Lopes Filho, o "Mestre Joca", "expert" em aviação, carros clássicos e de competição.
Trata-se de um livro magistralmente impresso, capa dura, papel couché, com textos e fotos belissimas do que a engenharia aeronáutica e automobilistica criou de melhor.
Recomendo a leitura.
Para adquirir o livro, manifeste o desejo através dos comentários, informando o e-mail.
Vale a pena!

terça-feira, 23 de abril de 2013

Cruzeiro do Sul- Anos 60- Caravelle, Catalina e DC-3




Video enviado por meu amigo Capitão Moita.
Muito bonito, dá saudade daquela aviação...

quinta-feira, 21 de março de 2013

Cemitério de aviões no deserto do Arizona




Imagens sugeridas pelo meu amigo Helio Herbert.
Muito lindo e ao mesmo tempo triste, pelo desperdício...

A canção de fundo é, segundo profunda e demorada pesquisa do meu amigo Mestre Joca, "Like Rock and Roll & Radio", de Ray Lamontagne...

segunda-feira, 11 de março de 2013

Domingo Aéreo no Aeroclube do Paraná

Ontem, 10/03/2013, foi dia de DOMINGO AÉREO  no Aeroclube do Paraná. O evento reveste-se de importância pelo fato da ESQUADRILHA DA FUMAÇA ter feito sua última apresentação com os Tucanos T-27, que agora serão substituídos pelos novíssimos T-29 Super Tucanos. Foi também o lançamento, pela Globo, da nova novela "Flor do Caribe", e contamos com a presença das atrizes globais Suzana Pires e Thaissa Carvalho. Abaixo, algumas fotos do evento...






                                  Suzana Pires
                                 Thaissa Carvalho

sábado, 16 de fevereiro de 2013

A importância do seguro para o automóvel


Somente ter um carro e não cuidar do seu veículo de nada adianta. Sabemos que imprevistos acontecem e a qualquer momento você pode ser pego desprevenido enquanto anda pelas ruas movimentadas. Por isso é importante ter um seguro para o automóvel. Saiba aqui com fazer um seguro de carro barato.


No momento de contratar um seguro, a primeira palavra que vem à cabeça é um custo extra que estará tendo, porém deve-se levar em conta o custo x benefício no caso de um acidente ou até roubo. Já parou para comparar?

Muita gente acredita também que o seguro auto cobre somente os danos materiais, mas além de dar apoio à sua família em casos de emergências.

Tudo bem que sair e ficar preocupado se vai chegar e não encontrar o seu carro é uma situação muito preocupante, mas com um seguro fica mais tranquilo realizar suas atividades e saber que está protegido de alguma forma contra possíveis imprevistos.

Nas grandes cidades, esta situação é ainda pior, já que os riscos de assaltos e violência são grandes e assombram a todos. Assim não tem como comprar um veículo com tanto sacrifício e depois querer economizar com o seguro do mesmo, sendo que esta possível economia pode transformar-se em um grande prejuízo.

Além do risco de roubos de carros ser grande nas grandes cidades, o número de acidentes também é e a todo o momento há batidas indesejáveis que trazem dor de cabeça aos motoristas mais desprevenidos. Ao menos com um seguro, você pode cobrir aqueles danos a terceiros e agilizar o processo, não precisando esperar toda aquela burocracia de quem tem que agir por conta própria.

O nome não poderia ser melhor, afinal, se a palavra “seguro” significa que você está seguro, então um seguro de carro é sinônimo de que o seu carro está protegido e você pode tirá-lo da garagem sem ter medo (não precisa mais fazer parte daquele grupo de pessoas que compram um carro e não o tiram da garagem com medo do que possa acontecer).

Lógico que é importantíssimo pesquisar entre as diversas opções antes de escolher o melhor seguro de carro, mas com certeza achará um que esteja de acordo com suas necessidades sem que tenha que, necessariamente, gastar muito.

Um carro não foi feito somente para emergências, você também pode passear com ele e ficar tranquilo quando tiver um seguro de automóvel. Por isso, previna-se e aproveite todo o seu momento com o carro.

Este artigo foi enviado por Guilherme da Luz, editor dos sites Seguro Auto, Curso de Inglês e Planos de Saúde.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Consórcio de aviões – O sonho do seu avião próprio pode se tornar realidade



O número de consórcios e adeptos a este tipo de investimento tem aumentado a cada dia devido às facilidades de pagamento e vantagens diversas, como não precisar pagar juros. E para quem é amante de aviões, por que não ver nesta possibilidade realizar um consórcio de aviões e tornar o seu sonho de ter um avião próprio em realidade?

Muito se ouve falar em consórcio de motos e carros, um pouco menos sobre ônibus e caminhões e menos ainda de aviões. Desta forma, conhecer mais sobre como funciona este tipo de investimento e, quem sabe, concretizar um desejo de anos, é a melhor forma de tornar-se proprietário de um avião sem precisar ter uma grande quantia de dinheiro em mãos, seja para pagar a vista ou dar entrada em algum financiamento.

Em números de aviões, o Brasil só perde para os Estados Unidos quando a comparação é feita com base no número de aeronaves executivas. Segundo dados da Associação Brasileira de Aviação Geral (Abag) divulgados em 2011, atualmente há 1.225 aeronaves no país, sendo que são 17.937 nos Estados Unidos, e depois do Brasil vem o Canadá com 1.117.

Embora pouco conhecido, o consórcio de aviões surgiu em 1976, quando a Gaplan de Itu/SP, utilizou este método para a venda de suas aeronaves. Depois disso, só foi ganhando muitos adeptos atualmente e a tendência é crescer ainda mais ao longo dos anos. Isso se deve ao fato das pessoas estarem preferindo cada vez mais viajar de avião ao invés de optar por meios de transporte terrestres, já que encurta muitas distâncias e sai até mais barato, em alguns casos.

Mas existe a opção de financiamento...Isso é verdade, porém, as taxas de juros podem ser altíssimas conforme o número de prestações, sendo que no consórcio não existe o pagamento de juros, somente de taxas administrativas que variam de acordo com o tipo de plano contratado (e nunca chegam nem próximo do valor pago em juros de outras negociações).

Outra vantagem de contratar um consórcio na compra de aviões é que não existe aquela burocracia de outros investimentos, onde é preciso aprovação de crédito. É tudo muito mais simples e rápido e um investimento garantido onde ganha uma carta de crédito ao final para comprar o seu veículo. Se desejar, pode dar mais lances ou antecipar parcelas e adiantar o pagamento do seu avião.

Este investimento, que pode ser feito tanto em médio como em longo prazo, pode resultar na economia do valor de outro avião, ou seja, economiza-se bastante e pode até mesmo fazer outro consórcio posteriormente com o dinheiro poupado e comprar um avião extra para aluguel, por exemplo. Para se ter uma ideia, se fosse financiar um helicóptero, pagaria uma parcela de R$28 mil, em 60 meses, com juros de 1,3%, deixando-o a R$1,8 milhão ao final. Com o consórcio, uma carta de crédito de R$1,2 milhão pode ser feita com parcelas de R$11 mil mensais e sem juros. Para aeronaves menores, como um Trike Adventure, com valor de R$33.180, há planos de 12 meses com parcelas de R$ 2.986,20 ou até 100 meses a R$ 384,88, se preferir. Ou seja, as condições são bastante facilitadas.

Quem deseja ter um avião, deve avaliar as alternativas de consórcios e fazer comparações para chegar ao plano ideal, de acordo com sua renda e demais despesas para que possa pagar seu veículo tranquilamente, economizando e realizando um sonho sem precisar de muita burocracia.

Artigo enviado por Guilherme da Luz, editor do site Consorcio.org e SeguroAuto.org

sábado, 1 de dezembro de 2012

30º Encontro das Velhas Águias no Aeroclube do Paraná

Com meu amigo Cmte. Sturm
Com Cmte. Nicolau e um amigo
Recebendo meu certificado de 40 anos de Brevet das mãos do Cmte. Tetto, presidente do Aeroclube do Paraná.
Esposa orgulhosa...

quarta-feira, 31 de outubro de 2012